PAINEL SAÚDE

PAINÉIS TEMÁTICOS

Painel demográfico e socioeconômico com informações agrupadas por Estado, Regiões da Pesquisa e Municípios.

DADOS SECUNDÁRIOS

Indicadores para regiões de saúde da pesquisa, CIR, RRAS, DRS e municípios do Estado de São Paulo.

TABELAS, GRÁFICOS E MAPAS

Visualize os indicadores em tabelas, gráficos, mapas.

DADOS PRIMÁRIOS

Fontes de dados da pesquisa. Resultados das oficinas regionais, metodologia e instrumentos utilizados, indicadores e atributos da regionalização.

REGIÕES DE SAÚDE PRIORIZADAS

COMUNICAÇÃO

Planejamento regional da saúde

O Decreto nº 7508  têm contribuído para ampliar a capacidade de governança dos pequenos municípios nas regiões de saúde. É o que mostra um estudo de caso publicado pela revista Saúde e Sociedade, da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo. A legislação, de 28 de junho de 2011, reafirma a regionalização como estratégia

Por que a Atenção Primária é desejável

Com as agendas da saúde tornando-se cada vez mais complexas, a Atenção Primária à Saúde (APS) recebe demandas diversas e crescentes. Acumulam-se cargas de doenças que persistem por quase três séculos enquanto o subfinanciamento do SUS evolui para uma espécie de “desfinanciamento”, além da crise social e econômica e dos sérios problemas de gestão da saúde. Conseguirá o modelo de APS atual atender aos novos desafios? Qual o perfil de profissional mais adequado para conduzir a APS? E quanto ao papel da Atenção Básica no cenário atual? Para tratar desses e outros temas, entrevistamos Maria Guadalupe Medina, pesquisadora do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e integrante desta pesquisa.